Etapas de treinamento para o Futsal





 


As etapas de treinamentos ao longo da vida de um atleta de Futsal dependem da intervenção do treinador e os devidos objetivos pré-estabelecidos, que irão desde a preparação inicial até a busca de resultados mais expressivos (aperfeiçoamento) . Veja as etapas a seguir:

Etapa de preparação preliminar: etapa onde será desenvolvido o aluno como um todo, a sua preparação física e de suas qualidades/capacidades motoras, a idade nessa fase varia de atletas de 8 a 10 anos. Para FILIN (1996) A formação dos hábitos motores é a base necessária para o aperfeiçoamento subsequente dos movimentos racionais e aperfeiçoamento do sistema motor.

Etapa de especialização inicial: corresponde ao período do treinamento em que as situações específicas da modalidade começam a ser ressaltadas, onde é iniciada na faixa etária de 13 a 15 anos. Para FILIN (1996), o objetivo do treinamento nesta etapa é a preparação física total e o início da formação fundamental da preparação especial, o que vai garantir o sucesso na modalidade escolhida nesse período.

Etapa de especialização aprofundada: é o período em que todas as capacidades técnicas, físicas e táticas são amplamente ressaltadas, onde nessa fase os atletas estão com 16/17 anos com início da fase adulta. Para MATVEEV (1992) o objetivo do treinamento volta-se ao aproveitamento das potencialidades do atleta, existe um aumento do volume dos treinos, visando o máximo de aproveitamento destes aspectos.

Etapa de resultados superiores: segundo ZAKHAROV (1992), o objetivo desta etapa é a obtenção de resultados superiores (máximos individuais) em sua modalidade, logo a necessidade da faixa etária ser a partir dos 18 anos, onde será feito a manutenção dos resultados. Acontece uma redução do período de preparação, aumentando o período de competição.

Etapa de manutenção dos resultados: volta-se a manutenção do potencial adquirido anteriormente, o alto nível dos resultados adquiridos é trabalhado como forma de mantê-los e se necessário melhorá-los, com início da fase adulta após os 18 anos. De acordo com SANTANA (1994), quanto mais complexa a estrutura da atividade competitiva e maior o número de fatores que determinam a sua eficiência, quanto menor a influencia da idade sobre esses aspectos, mais prolongada poderá ser a etapa de manutenção dos resultados.

Os conteúdos dos treinamentos normalmente são focados em atividades que simulam o jogo oficial, sendo assim, exigem a necessidade de aperfeiçoamento e especialização por parte dos alunos. Os conteúdos devem ser organizados e distribuídos ao longo do período planejado entre o início dos treinamentos e o fim das competições, essa organização é conhecida como periodização do treinamento que pode ser dividida da forma a seguir.

Macro ciclo - estrutura Mensal de treinamento: segundo Matveev (1992), representa o elemento da estrutura de preparação do atleta e inclui uma série de micro ciclos orientados para a solução das tarefas do macro ciclo de preparação. Em alguns desportos pode-se renovar a forma desportiva não só em períodos anuais como também semestrais ou em períodos de tempo menor.

Micro ciclo – estrutura semanal: para Gomes (1996), é uma forma de organizar as influências do treino exercido no organismo do desportista durante uma série de dias de treinamentos consecutivos que variam de 03 a 14 dias, sendo quatro tipos de micro ciclos; micro ciclo de treinamento, micro ciclo preparatório de controle, micro ciclo pré-competitivo e micro ciclo competitivo.

    Sessão de treinos: definida por Zakharov (1992), como forma do processo pedagogicamente organizado, ela representa um sistema de exercícios relativamente isolado no tempo, que visa à solução das tarefas de um ciclo da preparação do desportista e pode acontecer uma ou várias vezes no dia, sendo dividida em três partes; parte inicial, parte principal (básica ou fundamental) e parte final.

    A periodização do treinamento desportivo, em especifico para a modalidade de futsal, pode ser entendida como uma divisão organizada das fases do treinamento e os determinados períodos em que se passam, a fim de estabelecer medidas e objetivos que se possam alcançar durante uma temporada, visando sempre os resultados em competições.


Referências Bibliográficas:

FILIN, V.P. Desporto juvenil: Teoria e metodologia - Adaptação científica. Antonio Carlos Gomes - 1.ed. Londrina: Centro de informações esportivas, 1996.

GOMES, J.B. Organização do Jogo e do treino em Futsal. Porto,2006. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física Universidade do Porto.

MATVEEV, L.P. Treino desportivo: metodologia e planejamento. 1.ed. Guarulhos, 1997.

ZAKHAROV. A; GOMES AC. Ciência do treinamento desportivo. 1. ed. Rio de Janeiro: Palestra Sport; 1992.


Espero que você tenha gostado do texto. Abaixo, algumas dicas para profissionais:
  • Cursos Online sobre Educação Física com ótimos preços
  • Ebooks sobre Educação Física com ótimos preços
  • Materiais de Educação Física e Esportes GRATUITOS
  • Atividades para Aula de Educação Física Escolar
  • Livros sobre Educação Física com ótimos preços
  • Grupo de Whatsapp


  • Comente:

    Nenhum comentário

    Comentários ofensivos não serão publicados!