Treinamento para quem tem Hérnia de Disco







A hérnia de disco é uma doença provocada pelo desgaste dos discos intervertebrais estruturas que amortecem o contato entre as vértebras. Quando algum destes discos se rompe ou se desgasta acaba comprimindo terminações nervosas, causando dores, formigamento ou fraqueza nos braços, tronco ou pernas.

A hérnia de disco se forma após várias lesões no disco da coluna. Postura e movimentos inadequados podem danificar o disco, deixando-o com uma espessura menor. E se esses hábitos não forem corrigidos o quanto antes, em poucos anos, esse dano se tornará uma hérnia.

A hérnia pode surgir em 3 tipos e uma pessoa pode ter mais de uma hérnia discal, que pode aumentar a gravidade com o tempo. São eles:

1. Protusão discal

Este é o tipo mais comum e se caracteriza pelo fato do núcleo do disco se alargar, mas permanecer intacto, embora o mesmo já tenha perdido seu formato oval. E, devido ao alargamento, as paredes do disco poderão tocar em regiões e áreas de grande sensibilidade nervosa, causando dores e incapacidade de realizar alguns movimentos.

2. Hérnia de disco extrusa

Este caso é grave, pois o núcleo do disco já se encontra deformado, fragmentado ao ponto do núcleo pulposo perder completamente seu formato original e ficar parecendo uma "gota". Quando há esse rompimento do disco, o líquido gelatinoso sai por meio de uma fissura na membrana, perdendo o contato entre os fragmentos e seu meio interno.

3. Hérnia de disco sequestrada

Este tipo é mais grave ainda, porque o disco já está tão danificado que pode chegar a partir ao meio. Quando esse rompimento acontece, o líquido gelatinoso adentra o canal medular e pressiona a raiz nervosa, causando compressão contínua e inflamação. Este tipo de hérnia é o que provoca a chamada "dor química", pois quando o líquido gelatinoso está fora do seu ambiente natural, suas propriedades químicas ácidas provocam dores insuportáveis.

Quando há apenas a desidratação do disco, ou seja, pequenas rachaduras, não há sintomas. Para descobrir esse caso, é necessário a realização de uma ressonância magnética, pois somente quando a hérnia tomou forma e a coluna já está deslocada (estágio de protrusão) é que surgem os sintomas.

Quem trabalha em escritórios ou passa muitas horas sentado está mais propenso a desenvolver a hérnia de disco, justamente por essa falta de movimentação da coluna. Além disso, evitar esforço físico intenso, como carregar peso excessivo, também contribui para prevenir o problema.

Prescrever exercícios resistidos para indivíduos com histórico de dor na coluna vertebral não é tarefa simples e implica, além do conhecimento sobre os fatores determinantes da dor, a compreensão do processo de estabilização da coluna vertebral, o domínio da técnica de execução, para garantir que os músculos sejam ativados de acordo com os objetivos, e noção apurada das progressões dos exercícios.

Um dos exercícios mais feitos nesse caso são os isométricos que desenvolvem tensão no músculo sem alteração em seu comprimento externo, basicamente como quando carregamos compras: os músculos estão sob tensão, mas estáticos.

Ao tratar a hérnia de disco com a musculação, os movimentos no quadril, tronco e coluna devem ser mais leves, para não agravar o caso. Se houver crises, o treino deve ser suspenso e o médico deve ser procurado.

Com a prática moderada de exercícios físicos, sempre com supervisão de um profissional para garantir uma execução perfeita, é possível fortalecer a musculatura da coluna e melhorar a movimentação das vértebras.

Os exercícios nunca devem ser feitos em casa ou sem a ajuda de um profissional da educação física.



Eu sou a Dani, a atendente do Quero Conteúdo. Se você quiser ter conteúdo sobre esse tema para estudo, entre em contato pelo Whatsapp ou email do site . Conheça também nossa página de materiais educativos gratuitos .

Dicas para profissionais:
  • Materiais para Estudo Educação Física e Esportes GRATUITOS
  • Atividades para Aula de Educação Física Escolar
  • Formação em Avaliação Física Funcional
  • Fisiologia do Exercício aliada ao Treinamento
  • Grupo de Whatsapp




  • Comente:

    Nenhum comentário

    Comentários ofensivos não serão publicados!