Treinamento de Força em Idosos no Covid 19








Manter-se ativo na terceira idade é importante não só durante a quarentena. As atividades físicas para idosos auxiliam em uma melhora na qualidade de vida, previnem males como a osteoporose, depressão, doenças cardíacas e diabetes, entre outros.

Neste período de quarentena, de acordo com o novo posicionamento da NSCA (2019) sobre Treinamento de Força para Idosos, a prescrição deve ser individualizada e periodizada, considerando as seguintes recomendações:

2 a 3 séries por exercício;
1 a 2 exercícios para os principais grandes grupamentos musculares (6-10 exercícios totais);
70-85% de 1 repetição máxima (1RM);
2 a 3 vezes por semana; e incluir exercícios de potência com velocidades mais altas e intensidade moderada (40 a 60% de 1RM).

Realizar os exercícios de forma alternada (membro superior e depois inferior), lembrando que os funcionais como Agachamento (sentar e levantar), Panturrilha (ponta dos pés), equilibro (andar sobre linha) entre outros não devem ser negligenciados.

Ao procurar um profissional de Educação Física certifique -se que o mesmo tem o registro profissional no CREF pois assim você terá a garantia de segurança e resultados no seu exercício.

A prática de exercícios respiratórios também é necessária para a recuperação efetiva do paciente. Deve ser realizada durante o isolamento domiciliar e após a fase ativa, durante a reabilitação pós-covid-19.

Além dos exercícios respiratórios, o paciente pode realizar exercícios físicos leves, adaptadas para o domicílio, aumentando o alongamento, força muscular e mobilidade articular, auxiliando na sua forma física.

NÃO É INDICADO REALIZAR OS EXERCÍCIOS SE:

– A temperatura corporal estiver acima de 38°C.

– Apresentar pressão arterial descompensada.

– Apresentar dispneia (falta de ar) moderada a grave. Nesse caso o paciente

deve ser encaminhado aos serviços de urgência.

O EXERCÍCIOS DEVE SER INTERROMPIDO QUANDO:

– Apresentar palpitações cardíacas e/ou sensação de aperto/dor no peito.

– Estiver com tonturas ou visão turva.

– Apresentar cefaleia (dor de cabeça) após início do exercício.

Exercício físico pode evitar desenvolvimento de sintomas graves de Covid-19

Quem se exercita em atividades regulares apresenta resultados de saúde mais desejáveis em uma variedade de condições físicas, incluindo melhor qualidade de vida, melhor capacidade funcional e melhores estados de humor. Os resultados positivos são vistos também em populações com transtornos psiquiátricos, como depressão e alterações de humor; também em diferentes populações étnicas, gênero e diferentes idades.

Os exercícios também estão diretamente ligados à redução do estresse oxidativo, que é o desbalanço entre radicais livres e antioxidantes em nosso corpo, processo cujas consequências podem causar sérios riscos à nossa saúde, como doenças, envelhecimento precoce e morte celular. Alguns fatores contribuem para intensificação desse fenômeno, como estresse, poluição ambiental e pesticidas.

Uma revisão publicada recentemente mostra que o estresse oxidativo pode resultar em consequências que se agravam em condições patológicas como a SARS (Síndrome Aguda Respiratória Severa), que se desenvolve em alguns casos após o contágio pelo vírus SARS-CoV-2. O EcSOD (do inglês extracellular superoxide dismutase), produzido naturalmente pelos nossos músculos, é um potente antioxidante que combate os radicais livres e protege nosso corpo contra doenças, sendo secretado na circulação para permitir seu espalhamento a órgãos vitais como o pulmão. O destaque é que sua produção é aumentada em decorrência do exercício físico cardiovascular.

Para finalizar, estamos enfrentando uma pandemia com o COVID-19,inúmeros idosos tiveram que parar suas atividades, há um guia de exercícios práticos, Exercícios para realizar com Idoso, para que um familiar possa realizar os exercícios. O Guia contém exercícios prescritos por Fisioterapeutas, especializado em Ortopedia e Traumatologia, Doutorando em Saúde. Clique aqui e saiba mais!



Eu sou a Dani, a atendente do Quero Conteúdo. Se você quiser ter conteúdo sobre esse tema para estudo, entre em contato pelo Whatsapp ou email do site . Conheça também nossa página de materiais educativos gratuitos .



Comente:

Nenhum comentário